Palavra do presidente

2019 ANO DE MUNDANÇAS OU DE INCERTEZAS?

 

Porém a composição do governo Bolsonaro ainda fica difícil de entender por apresentar uma mistura muito grande de ministérios com várias atribuições e extinção de um ministério muito importante como o do Ministério do Trabalho.

Para nós trabalhadores o que se desenha dentro deste governo não parece com nada que temos de garantias e conquistas, o discurso dos seus pares aponta para uma proteção muito maior para os empresários do que para os trabalhadores.

A pregação de liberdade negociação entre trabalhadores e empresários nunca deram certo neste pais. A dimensão territorial do Brasil permite que só o estado mais desenvolvido ainda com ressalvas se identifique com uma livre negociação mais sempre assistida pelos Ministérios Público e do Trabalho.

Apesar da reforma trabalhista do governo Temer não ter apresentado nenhum cenário de geração de emprego como prometidas o governo Bolsonaro já sinaliza em uma nova reforma que deve vir com mais retirada de direitos de nós trabalhadores.

No tocante a reforma previdenciária acende a luz vermelha quando sinalizam a investida de novo no movimento sindical no intuito de enfraquecer as entidades sindicais para que elas não interfiram na reforma previdenciária, ou seja, vão vir com medidas duras para quem sustenta a arrecadação da previdência, que são os trabalhadores das indústrias privadas.

Então não esperem um Brasil diferente desse que este ai colocado porque a implantação de novas medidas seja na área econômica, na saúde ou na segurança pública, não faz isso da noite pro dia.

O Brasil precisa de mais garra dos brasileiros de que dos nossos políticos, a esperança e luta na preservação daquilo que já conquistamos com muita luta e negociação não pode ser alvo de facilitação de quaisquer governos que seja de direita ou esquerda.

Torcer por um Brasil melhor, ser otimista e resistir sempre quando for necessário sobre qualquer tentativa contraria aos nossos interesses.

Feliz Natal e um 2019 cheio de esperança. Diante do novo governo os brasileiros começam a torcer por um Brasil melhor que o do governo anterior.

×